Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

Resumo

Quais as características de funcionamento (o que?)
A Metodologia para Desenvolvimento de Sistemas tem como objetivo estabelecer guias, com abordagem detalhada, contendo o passo a passo das linhas gerais para desenvolver, melhorar ou repor sistemas informatizados, especificando suas tarefas, técnicas e produtos necessários durante todo o ciclo de vida do projeto.

Os fornecedores desenvolvedores de sistema são os principais executores do método, mas são os profissionais AES que possuem a responsabilidade de fazer com que aconteça.

Os documentos são aplicados de acordo com o porte e complexidade dos desenvolvimentos, via formulários padrões que fornecem guia ao processo.

Estes formulários são preenchidos em conjunto pelas partes interessadas e apenas quando aprovados permitem que o desenvolvimento siga para a próxima etapa. O processo contempla as seguintes fases descritas abaixo.

– Concepção: onde há a definição dos objetivos, requisitos funcionais, requisitos técnicos, arquiteturas e delineação das alternativas de planejamento do projeto pelo Líder da Área Executora e consulta ao Líder da Área Solicitante. Todos estes elementos serão apresentados às partes interessadas e então acordados para iniciar a fase de Elaboração do desenvolvimento.

– Elaboração: transcrição dos requisitos funcionais e técnicos nas definições da arquitetura do sistema pelo Líder de TI, fornecendo uma base estável para se confirmar o esforço necessário para a realização da fase de Construção. Todo o planejamento feito anteriormente será desenhado em diagramas técnicos pelos Desenvolvedores (parceiros de negócio), que servirão de apoio para a programação do sistema criado ou mantido.

– Construção: desenho dos componentes de sistema Desenvolvedores (parceiros de negócio) e teste das funcionalidades necessárias pelo Líder da Área Solicitante, a fim de desenvolver de modo iterativo e incremental, um produto completo que esteja pronto para a fase de Transição.

– Transição

– o Líder de TI executa a implantação do sistema em ambiente produtivo aos usuários finais, garantindo também: análise de feedback do solicitante, ajuste fino do produto, correção de problemas de usabilidade, configuração e instalação do sistema. Esta fase pode ser executada ao constatar que funcionalidades tenham sido desenvolvidas e documentadas com nível aceitável de qualidade para o usuário.do Sistema, atendendo suas expectativas.

Para acessar, faça o login

Compartilhe este post